Últimas Notícias
 

Matinhos



A cidade de Matinhos fica no litoral do estado do Paraná, a 110 km da capital, Curitiba.

Possui 36 balneários ao longo da sua costa, começando no Balneário Jardim Monções, onde faz fronteira com o município de Pontal do Paraná, e chegando ao famoso Balneário de Caiobá. No total, são cerca de 17 km de praias.

A área do município também abriga nove rios diferentes: da Draga, Matinhos, da Onça, Canal da Lagoa Amarela, Indaial, Novo, Cambará, do Meio e Cachoeirinha. Conta ainda com os morros Cabaraquara, Escalvado, Canela, Bico Torto, Taguá, Pedra Branca, Batatal e do Boi. Todos ótimos locais para quem gosta de manter contacto direto com a natureza.

Dentre os atrativos mais procurados em Matinhos está o Balneário de Caiobá. Ali, as praias Mansa, Bela, Brava e dos Amores figuram entre as preferidas, com belas paisagens e deliciosos banhos de mar. A Ilha da Tartaruga ou do Farol também faz sucesso entre os visitantes. Para completar o passeio, uma opção ótima é visitar o Museu Ecológico João José Bigarella, que fica no centro da cidade e apresenta no seu acervo coleções de corais, minerais, crustáceos e conchas, para além de outras raridades. Se ainda tiver disposição, a dica é uma visita ao Parque Estadual do Rio da Onça, que conta com um Centro de Visitantes e trilhos de fácil acesso, no meio de formações de restinga, capoeira e caxetais.

O clima da região é o temperado super úmido. A temperatura média anual gira em torno dos 18ºC, com uma máxima média de 26ºC e uma mínima de 15ºC.

A cidade de Matinhos possui boas opções de hospedagem e restaurantes. O destaque culinário vai para os pratos à base de frutos do mar.

História

Matinhos é um município brasileiro do estado do Paraná. Sua população estimada em 2004 era de 30.781 habitantes. Possui 36 balneários, iniciando no balneário Jardim Monções, onde faz divisa com o município de Pontal do Paraná, e vai até o famoso Balneário de Caiobá, onde faz a divisa com Guaratuba.

Etimologia
Matinhos é palavra formada pelo termo “mato” acrescida do sufixo nominativo masculino plural “inhos”. O termo “mato” é substantivo masculino de “mata”, e origina-se do latim tardio “matta”, terreno onde medram plantas agrestes.
Origem Histórica: Matinhos, que ganhou este nome pela abundância de vegetação rasteira (restinga), típica da planície litorânea paranaense, sofreu influência sociocultural dos povoadores de Paranaguá e, posteriormente, dos de Guaratuba, por se tratar de ponto intermediário entre os dois municípios.

História
Entre Caiobá e Pontal do Sul, a praia arenosa é interrompida, por algumas dezenas de metros, por um costão rochoso de altura insignificante. Nesse local, quem viajava de Paranaguá a Guaratuba pela orla marinha era obrigado a deixar a praia e atravessar um trecho de restinga de pouco mais de 100 metros, para então retornar à praia até chegar a Caiobá. Esse trecho arenoso de mata baixa(mata de restinga, rica em epífitas) era conhecido como Matinho(sem o “s”). Em suas imediações, ao norte, desaguava um pequeno rio, que recebia topônimo homônimo. Era o Rio Matinho, já referido em 1820 por Saint Hilaire, atualmente retificado e canalizado.

A designação de Matinho, usual naqueles tempos, encontra-se nos mapas antigos. Mais modernamente o nome foi alterado para Matinhos.

Os primeiros vestígios da presença do homem na região foram encontrados no Sambaqui de Matinhos. Trata-se de remanescentes culturais de um povo que viveu no litoral do Paraná aproximadamente entre 3.000 e 5.000 anos passados, muito antes da presença do índio carijó.

Com a ocupação do território pelos portugueses, houve a miscigenação das culturas indígena e européia, que deu origem ao caboclo. Muito pouco se sabe a respeito da história da região de Matinhos e de seus primeiros povoadores, cujos descendentes aí viviam no início do estabelecimento dos balneários de Caiobá e Matinhos.

Isolados do resto do estado, os caboclos conservavam certos traços culturais herdados do indígena e do elemento lusitano. As enormes dificuldades de sobrevivência tornaram seu modo de vida extremamente simples, sem maiores preocupações artísticas com os utensílios do dia a dia, além daqueles de sua utilização prática.

Com o crescimento dos balneários, muita tradições caboclas desapareceram, como o estilo das casas, os aspectos da cozinha, o engenho de mandioca, etc. A tradição da pesca adaptou-se as novas exigências da comunidade. A canoa à remo e à vela foi substituída pela de motor 2 tempos.

Matinhos ficou sob a administração de Guaratuba até 31 de julho de 1938, quando o município homônimo foi extinto e anexado ao de Paranaguá. Ao ser restabelecido em11 de outubro de 1947, o Município de Guaratuba perdeu a região de Matinhos, que ficou no território parnanguara. No dia 12 de junho de 1967 foi promulgada a lei de emancipação do Município de Matinhos, que foi formalmente instalado em 19 de dezembro de 1968.

A paisagem do Município de Matinhos é diversificada, compreendendo parte do maciço montanhoso da Serra da Prata e amplas áreas da planície costeira da Praia de Leste. Cada conjunto apresenta características próprias do ponto de vista geográfico, geológico e dos recursos naturais renováveis e não renováveis.

 

 

Pontos Turísticos

Igreja Matriz de São Pedro

Igreja localizada no centro do município, de linhas arquitetônicas simples. Dado ao crescente número de fiéis, próximo da antiga igreja foi construída uma outra, grande e moderna. Sua devoção é por São Pedro, Padroeiro dos pescadores, cuja comemoração é no dia 29 de junho. Localiza-se na Rua Albano Muller, 196.

 

 

Igrejinha de São Pedro 

Edificação construída entre os anos de 1938 e 1944, a qual durante muitos anos abrigou a Igreja Matriz de São Pedro. Constitui-se no único bem histórico que rememora aos primórdios do município. Em 1987 foi tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná. No final do ano de 2001 em ação conjunta da paróquia, Prefeitura, Câmara Municipal e a comunidade foi realizada uma grande reforma voltando a ser casa de orações. Localiza-se na Rua Roque Vernalha, s/nº.

 

 

Morro do Escalvado 

Também conhecido como Morro da Cruz, tem aproximadamente 262 m. de altura, com abundante Vegetação nativa. Do cume, onde se pode chegar pelas trilhas especiais para caminhada, tem-se uma viSão panorâmica de todas as praias da região. O acesso ao Morro pode ser feito pela Rua da Fonte e o passeio pode ser realizado pelo público todos os dias do ano.

 

 

Morro do Boi 

Possui aproximadamente 160 m de altura, trilha ecológica que leva da Praia Bela ou dos Amores até o outro lado do Costão, mar aberto e local de pescaria.

 

 

 

Ilha das Tartarugas 

Também conhecida como Ilha do Farol é ligada a Praia dos Amores por um istmo de pedras, que pode ser visitada durante as marés baixa. É recoberta por exuberante Vegetação. O acesso se da pela Praia Bela.

Parque Florestal Rio da Onça 

Criado em 04 de junho de 1981, com objetivo de proteger a flora e a fauna. O Parque possui 1660 hectares, sendo dotado de portal, trilhas interpretativas, pontes suspensas, centro de visitantes e mirante. Preserva caxetas, brejos graminosos e restingas cobertas por guanandis, maçarandubas, palmitos e tiriricas, habitados por preás, gatos do mato e gambás. informações com a SEMAM
Tel. (0xx41) 3452-2143. Localiza-se a 600 m. da praia.
Acesso pela PR 412, Balneário Riviera II.
Horário de visitação: terça-feira à domingo das 8h às 11h30 e das 13h às 17h

Pico de Matinhos

Ponta de Pedras que divide a Praia Central de Matinhos com a Praia Brava, onde foi construída uma estrutura de madeira com mirantes, é ponto ideal para relaxamento e apreciação da paisagem. O local é muito freqüentado por surfistas devido às boas formações das ondas.

 

 

Calçadão da Praia

Local apropriado para passeios, práticas esportivas: como caminhada, corrida e andar de bicicleta pela ciclovia, apreciando a natureza.

Mercado dos Pescadores

Local que abriga a cultura dos pescadores e onde se comercializa vários tipos de pescados.

Praias 

Vários balneários compõem o Município de Matinhos, entre eles encontram-se: Corais, Jussara, Gaivotas, Iracema, Guacyara, Currais, Ipacaraí, Betaras, Solimar, Marajó, Saint Etiene, Florida, Riviera I e II, Flamingo, além da praia de Matinho, situada na própria sede do município, com águas agitadas e pouco profundas e escassez de Vegetação. A beira-mar localiza-se um mirante, construído sobre uma formação rochosa do qual se tem uma visão panorâmica do aglomerado urbano de Matinhos e de todas as praias e balneários do norte do município.

 

O balneário de Caiobá é o maior de todos e tem como principais atrações:

• Praia Brava – situa-se numa enseada, com águas rasas e um pouco agitada, circundada por um jardim e alguma Vegetação. Num de seus extremos localiza-se o Morro do Boi e no outro a Pedra de Matinhos. Nela São realizados campeonatos de surf. Possui aproximadamente 3500 metros de comprimento por 50 de largura.

Praia Mansa – também em uma enseada, na entrada da baía de Guaratuba, com águas bastante calmas e pouco profundas, possui um bem cuidado jardim ao seu redor. Com aproximadamente 1500 m de extenSão. Dela atinge-se a Praia Bela ou Prainha do Farol e a Ilha das Tartarugas.

 

 

Parque Águas Claras 

Parque aquático inaugurado em abril de 1994 possui 242.000 km2 de Área, com toboágua, piscina de correnteza, piscina semi-olímpica, bóias motorizadas, pedalinho, caiaque, trenzinho, quadras poliesportiva salão de jogos, lojas, 5 lagos para pesca, restaurante, lanchonete, churrasqueiras, pousada e centro de eventos.
Localiza-se na Rodovia Alexandra-Matinhos, km 20.

Tel. (0xx41) 9978-2532 / 3362-6431, home page:  www.parqueaguasclaras.com.br  

Horário de atendimento: nos meses de Janeiro e Fevereiro diariamente das 10h às 18h de março a dezembro nos finais de semana e feriados das 10h às 17h.

Símbolos Oficiais

 

 

Download aqui…     Logomarca em JPG

Logomarca em Corel

 

 

 

Download aqui…     Brazão em JPG

Brazão em Corel

 

 

 

Download aqui…     Bandeira em JPG

Bandeira em Corel

 

 

 

 

Hino

Existe a Canção de Matinhos de autoria de Francisco Pereira da Silva e música de Ângelo Antonelo

Ó berço romântico
De ingênuo fulgor,
Ó filha do Atlântico,
Ó paraíso em flor,
Na calma que anseias
Escrínio do mar
As tuas sereias
São jóias sem par

Princesa do mar
De amenos caminhos
Eu quero cantar
Tuas glórias Matinhos

No azul da madrugada
Tu, a cintilar
És sonho de fada
Que o sol faz dourar
Nas noites serenas
Secreto rumor
Escuta-se apenas
O mar, teu cantor

Princesa do mar
De amenos caminhos
Eu quero cantar
Tuas glórias Matinhos

Doçura sem conta
Propício rincão,
Oásis que aponta
A vasta amplidão
Teu mar sem fronteiras
Excelso e viril
Em ondas brejeiras
Te beija sutil

Princesa do mar
De amenos caminhos
Eu quero cantar
Tuas glórias Matinhos

Sem torvos cuidados
Ó praia feliz,
Em ti namorados
Passeiam tão gentis
Com rútila vida,
Mais bela, não há,
Matinhos querida
Gentil Caiobá

Princesa do mar
De amenos caminhos
Eu quero cantar
Tuas glórias Matinhos

Informações turísticas

Campings
Camping Clube do Brasil
PR 412 – Estrada das Praias, km 27
Tel: (041) 224-3083
Balneário de Betaras

Camping Matinhos (PARANATUR)
Avenida Paranaguá, s/n
Tel: (041) 453-3005

Flamingo’s
Rua Cascavel, s/n
Tel: (041) 453-2002
Balneário Riviera

Camping Stelamarys
Avenida Centenário, 81
Tel: (041) 453-2979

Informações Turísticas
Secretaria de Esporte e Turismo
Rua Pastor Elias Abraão, 22
Tel: (041) 453-2121 – Fax: (041) 453-2652

Artesanato e Folclore

O artesanato caracteriza-se pelo trançado que é praticado em todo o litoral, sendo vinculado à cultura material dos índios. A matéria-prima mais utilizada são as fibras vegetais, tais como: cipó, imbé, timbopeva, talo da folha de brejaúva, palha de milho e uvá.

Mantém-se no município a tradição do fandango. A Festa de Iemanjá, todos os anos no dia 31 de dezembro, tornou-se igualmente uma tradição.
Recentemente o município criou, através de concurso, seu prato típico, “Peixe à Caiçara”, servido grelhado e acompanhado de frutas da estação.

Agencias Bancárias

       Banco do Brasil
Endereço: Rua Albano Muller 169
Fone: 3453 7711 

 

 

 

 

 

Caixa Econômica
Endereço: Rua da Fonte 280
Telefone: (041) 3453 7934
Bradesco
Endereço: Albano Muller 236
Fone: 3453 1717

HSBS
Endereço: Rua da Fonte 245
Fone: 3453 1515 / 3453 3229
Banco Itaú
Endereco: Ernesto Postarek 138
Fone: 3453 1992 / 3453 2525 / 3453 2029

Galeria de Imagens