Uma tartaruga-cabeçuda e dois lobos-marinhos reabilitados no Centro de Estudos do Mar da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em Pontal do Paraná foram devolvidos ao mar na última quarta-feira (31). Os três animais haviam sido resgatados pelos biólogos na costa paranaense em dezembro em estado bastante debilitado.

Os mamíferos, duas fêmeas juvenis, já estavam se alimentando sozinhos, indício de que estavam preparados para voltar à natureza. Para isso, os médicos veterinários fazem um teste: jogam peixes vivos na piscina em que os animais estão em tratamento. Se eles tiverem capacidade de pegarem sozinhos os peixes para se alimentarem, já podem voltar ao mar.

 

Os lobos-marinhos não foram soltos na praia, mas sim em alto mar, a 6 milhas da costa, no Parque Nacional Marinho da Ilha dos Currais – importante unidade de conservação do litoral paranaense. A decisão foi tomada pela equipe de veterinários e biólogos para que os animais não voltem à mesma praia e assim possam seguir para suas colônias de origem, no sul da América do Sul.

As duas fêmeas foram microchipadas e tiveram parte do pelo descolorido para que sejam identificadas caso alguma outra entidade ligada à preservação do meio ambiente as encontre.

 

Tartaruga

Já a tartaruga, bem pequena, ainda juvenil, foi encontrada enroscada em um saco de estopa na praia de Barra do Saí, em Guaratuba, em 14 de dezembro de 2018. A tartaruguinha estava bastante debilitada, magra e coberto por cracas de sujeira.

Na avaliação clínica, exames apontaram a presença de um espinho de peixe na boca do animal, o que impedia a tartaruga de se alimentar. Além de anêmica, a tartaruga apresentava um quadro de parasitose. Quando chegar à fase adulta, a tartaruga que hoje mede pouco mais de um palmo, poderá alcançar perto de 1,5 m de comprimento e a pesar 140 kg.

A população que encontrar qualquer animal marinho – mamíferos, aves ou répteis – na costa paranaense deve acionar a equipe do CEM-UFPR pelos telefones 0800-642-3341 ou (41) 3511-8671. Eles darão a destinação correta e, se necessário, o tratamento veterinário aos animais.