Na tarde desta segunda-feira, 14, foi realizada reunião na Casa Cecy com o secretário municipal de Cultura e Turismo, Harrison Camargo, membros da Família Moura, Cristiana Alves Moura e Alex Moura, a presidente da Associação das Escolas de Samba (Aesp), Melissa Elias e Zélia Maria Cunha, filha de um dos criadores do Banho da Doroteia junto ao Clube de Regatas Comandante Santa Rita. 

O Banho de Mar à Fantasia foi fundado em 1950 pela família Moura com animação da Escola de Samba Junqueira. Anterior à festa tradicional popular, de 1936 a 1949 acontecia em Paranaguá o Banho da Doroteia realizado pelo Clube de Regatas Comandante Santa Rita. “Os participantes remavam, participavam da competição e em seguida faziam a festa carnavalesca”, conta Zélia Maria Cunha.

“Pensando na importância que o Banho da Doroteia teve para a história de Paranaguá e a relevância do Clube de Regatas Comandante Santa Rita, decidimos fazer uma homenagem a eles nesta 70.ª edição do Banho de Mar à Fantasia”, comenta Cristiana Alves Moura.

“Paranaguá é rica em história e cultura e ficamos felizes com a decisão de homenagear um festejo iniciado em 1936 e que antecedeu o banho que conhecemos hoje”, salienta Harrison Camargo.

O BANHO

O Banho de Mar à fantasia é um evento que marca a abertura do Carnaval em Paranaguá. A concentração acontece na Praça Rosa Andrade, conhecida como Praça do Guincho. A curadoria do evento carnavalesco é da família Moura.

Este ano, o percurso terá 1,5 km aproximadamente, saindo da Praça do Guincho até a Rua da Praia e contará com pontos de apoio. Os foliões percorrem as ruas do Centro da cidade com fantasias diversas ou com abadás e terminam a festa na Praça de Eventos Mário Roque.