A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção de Paranaguá, no litoral do estado, implantou no dia 26 de novembro o protocolo de classificação de risco que utiliza  cores vermelho, laranja, amarelo, verde e azul, para definir o estado em que se encontra o paciente ao dar entrada na UPA. A intenção é agilizar o tempo de espera para atendimento.

Paranaguá conta hoje com 33 equipes do programa Estratégia da Família que atende a população em casa e com isso a ideia é aproximar e conscientizar os pacientes a utilizarem a UPA somente nos casos mais críticos, salienta a secretária de Saúde de Paranaguá,  Lígia Regina de Campos Cordeiro.

A UPA Paranaguá  atende em média 400 pacientes por dia e 13 mil por mês. Com a implantação da classificação de risco o objetivo é melhorar o atendimento na UPA, de forma mais humanizada para que os casos emergenciais e urgentes tenham atenção prioritária, e que em situações de menor gravidade, o paciente procure a unidade mais próxima de sua casa.

Reportagem: Fábio Kiil