fbpx

A tempestade, que atingiu a cidade na madrugada de sábado (5), provocou deslizamento de barreiras e cheia dos rios

A população de Guaraqueçaba, no Litoral do Paraná, vive um drama desde a madrugada deste sábado (5). Um forte temporal atingiu o município de cerca de 8 mil habitantes e causou enchentes em grande parte do território. Segundo os primeiros levantamentos realizados pela prefeitura, aproximadamente 1,5 mil pessoas foram diretamente atingidas pelas chuvas. Não há, no entanto, registro de feridos ou desaparecidos.

De acordo com o prefeito Ariad Junior, de sexta para sábado foram 13 horas de precipitação intensa na região. “Guaraqueçaba é uma das cidades com o maior espaço territorial do Paraná. Nós temos vários rios e a área preservada da Mata Atlântica é bastante extensa. Em virtude disso, quando há chuva intensa, os rios enchem e isso afeta a população ribeirinha. Esse tipo de coisa já aconteceu em outras ocasiões, mas desta vez foi a mais forte de todos os tempos. Foi uma precipitação de 260 milímetros em 13 horas”, disse ele em entrevista à Banda B.

Como a cidade possui morros ao longo da estrada, que não é pavimentada, a tempestade provocou deslizamento de barreiras e estragos em muitas casas. “Ao longo de toda a via nós temos dezenas de comunidades e 90% delas foram atingidas. Não tinha para onde correr… Os moradores perderam tudo. Foi uma tragédia, a água chegou quase que no teto das residências”, completou o prefeito.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a região mais afetada foi a de Tagaçaba, com 65 desabrigados que, por terem as casas inundadas, foram encaminhados até pousadas, onde tiveram alimentação e pernoite. Móveis, utensílios domésticos e embarcações dos moradores foram danificados.

A força-tarefa para verificar as condições dos locais afetados e o atendimento de situações de emergência é realizado pelo mar e por meio do auxílio de aeronaves.

Pedido de ajuda

Devido ao grande prejuízo causado à população, o prefeito ressaltou que toda ajuda é bem-vinda. “Nós estamos fazendo campanha de arrecadação. Nesse momento, precisamos de doação de roupas, alimentos não perecíveis, produtos de limpeza, colchões e água potável”, afirmou.

A prefeitura instalou um ponto de coleta de doações no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município. Para mais informações, basta ligar para o telefone (41) 3482-1350.

Em Paranaguá, um barco escolar de Guaraqueçaba está ancorado na Rua da Praia, próximo aos postos que abastecem os veículos náuticos. Ele também receberá doações, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Neste sábado, ele funciona até as 16h.

Um ponto de coleta em Curitiba deve ser providenciado em breve, para que os moradores possam ajudar a população do município litorâneo. Qualquer atualização nesse sentido será publicada nesta reportagem.

 

*Com colaboração de Mauro Júnior, da Ilha do Mel FM