Postado 24/12/2015 por André Reu em Noticias
 
 

Sanepar instala 60 duchas nas areias do Litoral


A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) está instalando 60 duchas para banho em pontos de maior movimento de veranistas nas praias de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná. A chuveirada é gratuita e faz parte do projeto Chuá, que busca reduzir o consumo de água tratada e dar conforto aos banhistas.

“O primeiro banho, para retirar a areia e o sal do corpo, pode acontecer na praia mesmo. No Chuá, utilizamos a água do mar”, explica a gerente de educação socioambiental da Sanepar, Lílian Pérsia de Oliveira. Este é o terceiro ano que a Sanepar faz a instalação das duchas no Litoral.

A água utilizada na ducha é tratada com cloro e filtrada com carvão ativado, fazendo com que ela tenha 95% menos sal, 99% menos bactérias e coliformes e um pH 10% menor do que a água do mar. A Sanepar alerta que, embora seja uma ótima forma de eliminar a areia e o sal, a água das duchas não é própria para beber.

As duchas têm uma bomba de acionamento manual, são fáceis de usar e permitem banhos contínuos de até dois litros. Com menos sal e pH neutro, próximo ao da pele humana, a água traz a sensação de ser doce e é agradável ao contato. Cada chuveiro tem capacidade para até 600 banhos por dia. Depois de utilizada, a água é devolvida ao mar.

Serão instalados chuveiros em 10 pontos – em Guaratuba, na Praia do Cristo, na Praia Central e em Caieiras; em Matinhos, na Praia Mansa, em frente ao Mapping, à Casa do Camarão e ao edifício Top Line. Em Pontal do Paraná, as duchas serão instaladas na entrada principal da Praia de Leste, na entrada principal de Ipanema e em frente ao posto dos bombeiros em Pontal do Sul. Em cada ponto devem ser colocados de três a oito chuveiros, conforme a movimentação. Os chuveiros funcionarão diariamente das 9h às 19h.

OBRA – A instalação das duchas dispensa uso de materiais como cimento, areia e ferro, assim como energia elétrica e combustível. Os chuveiros são feitos de material reciclável, não precisam de manutenção a curto prazo, são duráveis e resistentes aos ventos e à salinidade.

Para a atividade, foram contratados 30 agentes de educação ambiental, que irão atuar nos pontos onde os chuveiros foram instalados. “Demos preferência à mão de obra local porque entendemos que as pessoas do lugar são as que mais entendem a dinâmica de como funciona a temporada na praia e muitas já participaram de atividades semelhantes”, explica a gerente.

Eles receberam treinamento e vão ajudar os banhistas com o funcionamento das duchas e também distribuir cartilhas educativas e informações sobre uso racional da água, limpeza de caixa-d’água e separação de resíduos. Os agentes estão preparados ainda para explicar a respeito dos serviços da Sanepar



Comente

comentários