fbpx

Um público de 1,5 milhão de pessoas deve descer a Serra do Mar para passar o Carnaval nas praias do Paraná. A estimativa é da Polícia Militar do Paraná (PM), que reforçou o efetivo no feriadão que, junto com o ano novo, é o que mais registra ocorrências na temporada.

A partir desta sexta-feira (1.º) até o fim da manhã de Quarta-feira de Cinzas (6) serão 300 policiais reforçando o efetivo que já atua na Operação Verão – a PM não divulgou o número total de agentes no feriado. O efetivo dará atenção redobrada a ocorrências mais registradas no Carnaval: perturbação de sossego, trânsito intenso aliado ao uso de álcool e drogas e importunação sexual, crime que foi tipificado no ano passado.

Corpo de Bombeiros também tem planejamento especial para o Carnaval. No total, 700 bombeiros vão atuar nos cinco dias de feriado no litoral, principalmente como guarda-vidas nos 89 postos fixos nas praias de Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná, além do posto móvel de Morretes, que vão ficar de plantão das 8h às 20h.

“Precisamos desses agentes a mais porque diferente do ano novo, que é mais intenso nas praias, o Carnaval tem bastante movimento também nas cidades de serra, como Morretes e Antonina”, explica o capitão Wagner Araújo, responsável pela Operação Verão. Segundo o capitão, os policiais receberam treinamento especial para o Carnaval há algumas semanas, justamente porque a data tem um perfil de público um pouco mais festeiro do que o Natal e o Ano Novo, por exemplo.

Comércio

Apesar do reforço no esquema de segurança, o público ainda está fraco nas praias na manhã desta sexta-feira (1.º). Comércios vazios e ruas sem congestionamento eram o cenário de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná. De acordo com os comerciantes, porém, a situação deve mudar rapidamente a partir da noite desta sexta.

“A gente já sabe que as pessoas vêm depois do trabalho na sexta ou na manhã do sábado”, explica Michele de Oliveira, funcionária de uma sorveteria na Praia Brava de Caiobá, em Matinhos. Segundo Michele, a expectativa é muito alta principalmente devido à previsão do tempo, que estima que o sol deve predominar durante o feriado.

Uma panificadora de Matinhos também está esperando muitos clientes nos próximos dias, tanto que reforçou a equipe. Para o Carnaval, o estabelecimento está com o dobro de atendentes de dias normais. “Normalmente trabalhamos em três pessoas para atender. Mas foram chamadas mais quatro para o feriado”, informa a atendente Tatiane Rodrigues.

Há também quem faça o planejamento na ponta do lápis para não ter prejuízo depois que o Carnaval passar, data que marca o fim da temporada de verão. “Estamos com estoque limitado para o Carnaval, porque depois que a folia passa a temporada termina e não queremos que sobrem produtos”, explica Eduardo Cantu, proprietário de um quiosque na Praia Brava de Guaratuba.

Até lá, porém, o comerciante espera que o movimento volte a ser tão alto quanto foi no Reveillón. “Teve muita gente no fim do ano passado. E com o tempo bom acho que essas pessoas devem voltar”, acrescenta.