fbpx

A atividade portuária representa hoje a maior fonte pagadora de Paranaguá. Entre os anos de 2011 a 2018, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) garantiu o repasse para o município de Paranaguá de R$ 21 milhões em ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) referentes aos serviços e atividades geradas pelo Porto.

“A atividade portuária tem um papel fundamental no crescimento econômico da cidade de Paranaguá. Se Paranaguá é uma das cidades mais importantes do estado, deve muito disso ao Porto e se o Porto de Paranaguá é um dos principais da América Latina, muito se deve à cidade e seu povo”, disse o diretor-presidente da Appa, Lourenço Fregonese.

GERAÇÃO DE EMPREGOS – Além dos impostos e tributos, a atividade portuária é responsável pela geração de 44.257 empregos diretos trazendo desenvolvimento econômico para o município e renda para as famílias.

A atividade portuária é também a maior fonte pagadora de Paranaguá, já que dos cerca de R$ 1,6 bilhão injetados na economia da cidade em salários todos os anos, 1/4 é proveniente dos empregos ligados diretamente ao porto. A média salarial destes trabalhadores também é 23% superior à remuneração média dos demais trabalhadores de Paranaguá.

Dentre as empresas instaladas em Paranaguá, mais de 14% estão ligadas ao serviço portuário. Além disso, a atividade emprega um em cada cinco dos trabalhadores da cidade, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.

OBRAS – Entre as contribuições da Appa para o desenvolvimento das cidade estão obras estruturais. Está em andamento a construção do viaduto sobre a BR-277, a ampliação e modernização dos berços 201 e 202 e a revitalização da Avenida Bento Rocha. Estão programados ainda cerca de R$ 60 milhões para a construção de quatro viadutos sobre a Avenida Ayrton Senna da Silva, principal via de trânsito. Estas obras têm como objetivo melhorar o fluxo de veículos, já prevendo o crescimento da movimentação de cargas com as obras de ampliação e modernização dos berços de atracação do Porto de Paranaguá.

FAZENDO A SUA PARTE – A Administração dos Portos está incentivando, prioritariamente, a compra e aquisição de serviços de micro e pequenas empresas locais.

A Appa, em parceria com o Sebrae e a Fomento Paraná, promoveu rodadas de negócios com o objetivo de aproximar clientes e fornecedores que prestam serviços para empresas ligadas à área portuária.

Ao todo, dez empresas privadas preencheram um questionário enviado pela Appa e apontaram 432 itens ou demanda de serviços para aquisição. Em contrapartida, 50 micro e pequenos empresários de Paranaguá apresentaram seus produtos dentro da área de interesse das empresas.

Eventos de capacitação para qualificar as micro e pequenas empresas do Litoral foram promovidos para que as empresas possam atender os requisitos jurídicos e os padrões de qualidade exigidos pelas empresas portuárias, tanto públicas como privadas.

“A Appa licita anualmente R$ 300 milhões em compras, gerando um impacto muito positivo para a economia local. Para que se tenha uma ideia do volume que este valor representa, os sete municípios do Litoral licitam, juntos, R$ 150 milhões por ano”, lembra Lourenço Fregonese. “Comprar localmente torna os processos mais ágeis, possibilita a redução de custos e o fortalecimento do desenvolvimento da economia do Litoral”.

LIMPEZA PÚBLICA – O cuidado com a limpeza da área portuária e a saúde dos trabalhadores e moradores do entorno é preocupação da Appa. Desde 2013, o porto conta com um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.

Ao todo, são investidos mais de R$ 1,7 milhão por ano em ações de coleta de lixo, distribuição de caçambas para a separação correta dos resíduos e a varrição diária das vias de acesso, ruas e avenidas, localizadas no entorno da área portuária, no cais do Porto e nos terminais portuários.

COMBATE À DENGUE – A Appa atua permanentemente no combate à dengue na área portuária e, em 2015, repassou recursos para a prefeitura reforçar as ações de limpeza.

Já entregou para a Prefeitura um novo caminhão coletor de lixo e repassou R$ 4 milhões para intensificar as ações de limpeza na cidade.

Na área do porto as ações preveem ações de higiene e limpeza, pulverização em áreas portuárias com potencial de risco, educação ambiental com foco na saúde pública, divulgação com material informativo através de e-mails, site da Appa e redes sociais.

O Porto ampliou o trabalho de varrição de ruas e avenidas dentro da área do cais e do porto organizado. Poças de água estão sendo eliminadas por máquinas para eliminar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti.

Todas as comunidades da baía de Paranaguá e Antonina estão recebendo informações sobre as formas de prevenção e diagnóstico e o tema dengue foi inserido no Projeto Porto Escola, voltado para as crianças da rede pública de ensino.

Ao todo, mais de 7 mil alunos já foram beneficiados pelo Programa, que aplica noções de sustentabilidade e segurança para os alunos do 5º ano da rede municipal de ensino.