fbpx

Férias, sol, praia e piscina. Combinação mais que perfeita para muitas pessoas e, principalmente, para as crianças. Entretanto, o Verão também exige uma série de cuidados com o corpo e a saúde. E os nossos olhos merecem atenção especial. São cuidados simples, mas necessários para que as férias transcorram tranquilamente.

A areia da praia, a salinidade do mar entre outras substâncias na água podem causar vermelhidão e irritabilidade nos olhos, assim como o cloro da piscina. Para evitar problemas, lave os olhos após sair da água ou pingue colírio lubrificante e evite coçar a região, recomenda o Dr. Peter Ferenczy, mestre em Oftalmologia e Ciências Visuais pela UNIFESP e membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Academia Americana de Oftalmologia. Abrir os olhos durante o mergulho também não é recomendado. Para aproveitar essa sensação utilize óculos de natação ou máscara de mergulho.

Protetor solar é essencial em dias quentes para evitar a exposição demasiada do corpo ao sol, mas não permita que escorra para os olhos. Recomenda-se aplicar o produto na área superior do rosto e na pálpebra inferior, evitando a pálpebra superior. Se você é uma pessoa que transpira muito, cuidado também com o suor. Para evitar que gotinhas caiam nos olhos e resulte numa sensação de ardor, vale usar uma faixa ou toalha na testa.

Outra dica interessante é usar um boné para fazer sombra e proteger os olhos da incidência dos raios solares. O uso de óculos de sol também é importantíssimo. Eles protegem a visão dos raios ultravioleta (UV) A e B e evitam que a retina seja afetada. A exposição ao sol a longo prazo pode resultar em degeneração macular e também podem facilitar a formação do pterígio, que causa ardor e sensação de areia nos olhos. Outras doenças oculares que podem aparecer em decorrência do excesso da luz solar são a catarata – que é a perda de transparência do cristalino, que se torna opaco e rígido – e a conjuntivite, que pode se apresentar-se em 3 tipos: a bacteriana, a viral e a alérgica, relata Ferenczy.

Higiene pessoal e alguns pequenos cuidados são suficientes para afastar esses problemas oculares. E lembrem-se, a visita ao oftalmologista é essencial para o correto diagnóstico e a indicação de tratamento.

%d blogueiros gostam disto: