Últimas Notícias
 

Guaraqueçaba



Aspectos Econômicos
Apesar da maneira rudimentar com que ainda é feita, a pesca, é a atividade econômica que sustenta a micro estrutura urbana de Guaraqueçaba. A agricultura também é praticada, principalmente a fruticultura: laranja, abacaxi e banana, e a rizicultura. Recentemente, começou a ser introduzido no município a criação de búfalos, que aclimataram-se bem à região.

Aspectos Sociais
Os primeiros colonos da região eram suíços-franceses, vindos das margens do lago Leman que fixados em Superagüi deram impulso a agricultura e introduziram seus costumes culturais, que com o tempo diluíram-se na cultura existente. Mais tarde vieram fazendeiros do Norte paranaense. Cabe ressaltar que Guaraqueçaba esteve isolada por terra até 1970. O município conta com 7767 habitantes, que ocupam também as ilhas.

Aspectos Geográficos
Localiza-se a 174 km da capital na região litorânea do Estado, a 10 m do nível do mar, sendo que o clima apresenta-se quente durante todo o ano. Possui uma área de 1916 km2, dentro da qual existem três unidades de conservação: Área de Proteção Ambiental, Estação Ecológica e Parque Nacional.

Infra-estrutura de Acesso
Rodoviária
Estação Rodoviária
Rua Ararapira, s/n
Tel: (041) 482-1232

Marítima
Rua da Praia, s/n em frente ao Mercado Municipal

O município foi colonizado por portugueses em 1545, sendo o primeiro do solo paranaense. Em 1638 – 1646 Gabriel de Lara, o fundador da Capitania de Paranaguá, descobriu uma rica lavra de ouro nas encostas da Serra Negra. Revelado o achado, vieram os mineiros e os aventureiros para explorar os rios socavando o ouro de lavagem em diversos locais.

Em seguida chegaram os jesuítas, que fundaram em Superagüi o primitivo núcleo populacional da região. Foi só no século passado, quando Cipriano Custódio de Araújo e José Fernandes Correia construíram uma capela no morro do Quitumbê, que foram surgindo em torno dela as primeiras edificações, formando em pouco tempo o povoado, que foi elevado em 1854 à Freguesia.

Sendo em 1880 à Município e em 1938 anexado novamente a Paranaguá como simples distrito. Em 1947 sua autonomia foi restaurada e o Município novamente instalado.

Em tupi-guarani, Guaraqueçaba significa lugar de muito guará, uma ave semelhante a uma garça de cor avermelhada, que era abundante na região.

Campings
Guaraqueçaba Camping
Rua Salim do Carmo, s/n
Fone: (041) 482-1238

Informações Turísticas
Departamento de Turismo e Meio Ambiente
Rua Major Domingos Nascimento, 46
Tel: (041) 482-1222 – Fax: (041) 482-1223

Sede da Estação Ecológica – IBAMA
Rua Dr. Ramos Figueira, 3
Tel: (041) 482-1262

Casario Colonial
Diversos exemplares arquitetônicos do século XIX podem ser observados pelas ruas da cidade, guardando ainda características do estilo colonial. Destaca-se o sobrado que abriga a sede da Estação Ecológica administrada pelo IBAMA onde funciona exposição permanente sobre a história do município retratada através de painéis fotográficos e pinturas do suíço Willian Michaud, que viveu no Superagüi entre 1852-1902.

Mirante da Serra Negra
Localiza-se na rodovia de ligação entre Antonina e Guaraqueçaba, distando 74 km da primeira cidade. O mirante é atingido por uma escadaria com 127 degraus com aproximadamente 30 m de altura, o que permite a visualização da bonita paisagem da baía de Guaraqueçaba e de todo seu entorno.

Ponta do Morretes
Localiza-se no centro da cidade e se constitui em área arborizada, com passarela beirando a baía, constituindo-se em ótimo local para banho.

Morro do Quitumbê
Com uma altura aproximada de 80 m, localiza-se no perímetro urbano da cidade, com acesso ao lado da Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus dos Perdões. Possui uma trilha sinuosa em meio a vegetação nativa, numa extensão de aproximadamente 800 m, que culmina em seu topo proporcionando exuberante vista da baía e da cidade.

Ilhas
Diversas ilhas fazem parte do Município, entre elas as das Peças, Rasa, das Laranjeiras, do Rabelo, Povoca e do Superagüi, sendo que esta reclama o direito histórico de ser o local onde chegaram pela primeira vez no Paraná os portugueses em 1545, achando-se tombada deste 1985 para preservar os seus aspectos históricos e paisagísticos.

Parque Nacional do Superagüi
Criado pelo decreto nº 97.688 de 27 de abril de 1989, possui uma área de 21.400 ha. Englobando a quase totalidade das ilhas do Superagüi e das Peças, excluídas as comunidades de pescadores. Faz parte do complexo estuarino-lagunar integrado por Cananéia, Iguape e Paranaguá, uma das regiões mais importantes do país sob o ponto de vista de sustentação alimentar. Inclui restingas, diversas formas de vegetação, mangues, elevações isoladas, grandes áreas de praias desertas, além de diversas trilhas ecológicas.
Abriga diferentes espécies animais, algumas raras ou em extinção, como o papagaio chauá, o jacaré-de-papo-amarelo, os macacos sauá e mono carvoeiro, além de vegetais como: ipês, jacarandás, caxetas e orquídeas. O acesso é feito via marítima por Paranaguá ou Guaraqueçaba.

Reserva Natural Salto Morato
Inaugurada no dia 08 de fevereiro de 1996, a reserva com 1716 ha, contribui para a preservação permanente da mais importante área de Mata Atlântica contínua de todo o país. A Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, é proprietária da área, com apoio da TNC (The Nature Conservancy) desde fevereiro de 1994, sendo que em dezembro, o IBAMA a reconheceu como Reserva Particular do Patrimônio Natural.
Possui centro de visitantes com exposições sobre Floresta Tropical e Mata Atlântica, espaço para cursos, aquário natural, centro de pesquisas, laboratório básico, portal e loja de souvenirs, totalizando 800 m2 de área construída. Apenas 2 % do total da Reserva são acessíveis através de trilhas previamente demarcadas, com painéis interpretativos e sinalização. Os acampamentos são realizados mediante autorização.
A reserva é caracterizada por floresta de rica biodiversidade que abriga número expressivo de espécies animais e vegetais em frágil equilíbrio, existentes graças a abundância de nascentes (somente na área da reserva existem mais de 30). Novas espécies de peixes já foram identificadas e catalogadas; os pássaros representam 45 % de toda avifauna do Paraná. Além disso foram encontradas 127 espécies arbóreas, além de grande variedade de bromélias, orquídeas, epífitas e arbustos.
O nome da reserva é uma referência à sua principal atração, uma queda d’água de 80 m de altura – O salto do Morato – uma das mais belas paisagens do litoral. Localiza-se a 20 km da sede do município pela PR 405. Tel: (041) 978-2140.

Área de Proteção Ambiental (APA) de Guaraqueçaba
Composta pelos municípios de Guaraqueçaba, Antonina, Paranaguá e Campina Grande do Sul, é área de domínio particular com utilização limitada, objetivando sua proteção uma vez que há fragilidade dos diversos ecossistemas e pela importância ecológica e cultural.