fbpx

Moradores de Guaraqueçaba, no Litoral do Paraná, reclamam da constante falta de energia elétricadesde que o município passou pelo alagamento que ocorreu com o temporal registrado início de janeiro. Localidades rurais são as que mais sofrem e chegaram a ficar seis dias seguidos sem energia. No Centro da cidade, segundo os moradores, a energia vai e volta em períodos curtos. A região de Guaraqueçaba foi atingida por quatro temporais desde o dia 16 de janeiro.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Segundo a Copel, entre os defeitos causados na rede elétrica, os mais expressivos foram sete postes quebrados, quatro transformadores queimados e diversos cabos rompidos nos mais de 80 quilômetros de rede elétrica. Tudo em função dos quatro últimos temporais. Cerca de 2.528 imóveis foram atingidos pela falta de energia elétrica na região, em algum momento.

 

Em nota, a empresa diz que atua na região com 75 técnicos e eletricistas envolvidos na recuperação dos estragos provocados na localidade, que é de difícil acesso. Até a tarde desta segunda-feira (21), ainda restavam 83 unidades consumidoras sem energia.

O comunicado da Copel não especificou quais regiões foram as mais prejudicadas com a falta de energia. Entretanto, as reclamações, via Facebook, de moradores do local davam conta de que, desde a última quarta-feira (16), faltava luz nas localidades de Serra NegraTagabaça e Pedra Chata. O principal problema seria a dificuldade em conservar alimentos, já que não é possível ligar os refrigeradores. No Centro, segundo os relatos, o problema é menos grave porque o período sem energia é esporádico e curto.