0
Postado 27/02/2017 por André Reu em Carnaval 2017
 
 

Litoral do Paraná ganha letreiro inspirado em Hollywood



A praia de Caiobá ganhou uma nova atração neste carnaval. Um letreiro colorido colocado em uma das pontas do calçadão à beira-mar chama a atenção de moradores e turistas que, invariavelmente, param para tirar uma foto da novidade. A ideia, segundo os idealizadores, é ser algo diferente que atraia as pessoas e fomente o turismo na região.

De acordo com o responsável pelo projeto, o empresário Antonio Schimaneski, a proposta é realmente vender o nome de Caiobá para o restante do Brasil e demonstrar o potencial turístico existente nas praias paranaenses. “A pessoa vem, tira uma foto e compartilha. Ela divulga o lugar nas redes sociais, o que acaba atraindo mais turistas para a cidade”, explica.

A inspiração vem de um dos letreiros mais famosos do mundo. E a ideia é realmente transformar Caiobá na Hollywood paranaense, como o próprio empresário brinca. Com menos glamour e sem as estrelas de cinema, é verdade, mas com o mesmo objetivo de fazer com que as pessoas queiram dizer e mostrar onde estão. “Cancun também foi outra grande inspiração, assim como Porto de Galinhas, Natal e Amsterdã. Fui a todos esses lugares e quis trazer algo parecido para cá”.

Porém, mais do que ser apenas um ponto turístico curioso, o letreiro funciona também como uma provocação para os demais empresários do litoral e para o próprio poder público sobre o potencial existente nas praias. Segundo Schimaneski, ele quis mostrar que é possível fazer algo diferente e capaz de trazer um retorno para o local gastando pouco. Ao todo, a produção do enorme “Caiobá” custou cerca de R$ 15 mil e foi totalmente financiada pela iniciativa privada.

Turistas aprovam

A proposta de usar as redes sociais como vitrine para atrair curiosos já vem dando certo. A família de Edinelson e Fernanda dos Santos descobriu a novidade pelo Facebook e veio até Caiobá conferir. Moradores de Matinhos, eles aprovaram a ideia exatamente por ser algo diferente. “É uma atração legal para quem está passeando por aqui. Até para o morador, porque é diferente”, conta o rapaz.

Até quem já conhece alguns dos letreiros mais famosos do mundo gostou de ver o que foi feito em Caiobá. Valeska Jonker, por exemplo, já esteve em Amsterdã e acredita que a iniciativa paranaense pode ter o mesmo impacto. “As pessoas vão para fora do país e querem ir a esses lugares para tirar foto e mostrar para os amigos que estão em um lugar novo. E aqui é a mesma coisa. Funciona como um novo ponto turístico”, afirma a moradora da cidade de Palmeira.

Primeiro passo

Para Schimaneski, esse é apenas o primeiro passo para desenvolver todo o potencial turístico da praia. “A gente quer criar ferramentas para atrair turistas o ano todo, não depender apenas da temporada. É um processo. Um investimento com retorno a médio e longo prazo”, revela.

O letreiro, segundo ele, chama a atenção do turista, mas a cidade precisa estar pronta para recebê-lo – e é aí que a provocação se encaixa. “Isso aqui é apenas o primeiro passo. É mostrar que pequenas ações também geram grandes resultados. A nossa infraestrutura é boa, mas falta a parte complementar. Falta a cereja do bolo”, aponta o empresário. Segundo ele, o comércio nas proximidades do letreiro já sente uma melhora no movimento por conta da curiosidade dos turistas com a novidade.

E ele já pensa nos próximos passos. A próxima etapa é levar o nome de Caiobá literalmente para outros lugares. Como as letras são móveis, Schimaneski pretende levá-las para salões de turismo para atrair empresas e investidores para a região. E também pensa em novas iniciativas. “No futuro, queremos colocar uma placa como a de Las Vegas na outra ponta da orla”, revela.



Comente

comentários