Determinação é uma precaução por conta da ocorrência de casos de febre amarela na região. Quanto às Estações Ecológicas, será permitida a entrada de pesquisadores que comprovem a vacinação. 

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) informa que as Unidades de Conservação Estaduais do Litoral estarão fechadas para visitação por 15 dias, a partir desta quinta-feira (24). A determinação é uma precaução por conta da ocorrência de casos de febre amarela no estado de São Paulo, próximo à divisa com o Paraná, no Vale do Ribeira, nos municípios de Registro, Iporanga e El Dorado.

Quanto às Estações Ecológicas e unidades de conservação onde são realizadas pesquisas, será permitida a entrada de pesquisadores com a apresentação da carteirinha de vacinação contra a febre amarela.

O IAP ressalta que os macacos não são vetores da febre amarela e sim vítimas. A morte deles é um alerta que ajuda a população a se prevenir.

Confira a relação das Unidades que estarão fechadas:

  • Parque Estadual do Boguaçu
  • Parque Estadual Pico Paraná
  • Parque Estadual Roberto Ribas Lange
  • Parque Estadual do Palmito
  • Parque Estadual da Graciosa
  • Parque Estadual do Pau Oco
  • Parque Estadual Rio da Onça
  • Parque Estadual das Lauráceas
  • APA Guaratuba
  • APA Guaraqueçaba
  • Parque Estadual Pico do Marumbi

RECOMENDAÇÃO – O IAP também recomenda o fechamento das Unidades Municipais, Federais e Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs).

Caso sejam encontrados primatas mortos na região litorânea, é preciso informar a Secretaria de Meio Ambiente do município mais próximo, ou o IAP, pelo número 41-3213-3462 ou (41) 3213-3830.

AEN/Pr
Foto: Arquivo ANPr
Comunicação
Prefeitura de Matinhos