fbpx

Na manhã de quarta-feira, 20, por volta das 11h, no cruzamento das ruas Samuel Pires de Mello com Barão do Amazonas, no Porto dos Padres, foi encontrado o corpo de um bebê recém-nascido no meio de uma caçamba de lixo na região.

Informações


Equipe de Criminalística e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados para irem até o ponto de encontro da criança morta. De acordo com o IML, o corpo estava de três a quatro dias na calçada ao lado da caçamba, onde teria sido jogado. A Criminalística junto à Polícia Civil encontrou um saco plástico, papel alumínio e um objeto, possivelmente uma pinça, que estaria junto ao corpo do bebê

Na manhã de quarta-feira, 20, por volta das 11h, no cruzamento das ruas Samuel Pires de Mello com Barão do Amazonas, no Porto dos Padres, foi encontrado o corpo de um bebê recém-nascido no meio de uma caçamba de lixo na região. O fato chocou a população local, agravado pelo encontro do cadáver ter sido feito por um trator da Prefeitura de Paranaguá que estava retirando entulhos do entorno da caçamba. O bebê, que era um menino e já estava morto, estava em um saco na calçada ao lado do muro em que fica a caçamba e ficou preso pelo cordão umbilical na pá da máquina, causando choque de funcionários da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) que realizavam a limpeza no bairro.  Imediatamente, os funcionários acionaram a Polícia Militar do Paraná (PMPR) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao local e realizaram o isolamento da área. O bebê tinha cerca de seis a sete meses de gestação, de acordo com as autoridades. A localidade aonde a criança foi encontrada é rotineiramente destino de muito entulho de moradores da região e inclusive algumas vezes foi ponto de incêndio