fbpx

Como a previsão para a semana é de chuvas irregulares, com pancadas típicas da estação, a Defesa Civil mantém o acompanhamento das áreas afetadas pelas fortes chuvas do fim de semana e daquelas com risco de deslizamentos. Os alagamentos afetaram 1,2 mil residências e cerca de 5,5 mil pessoas.

As equipes da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil estão monitorando a situação de Guaratuba, no Litoral do Estado, que foi atingida por fortes chuvas neste fim de semana. De acordo com o Simepar, o acumulado de chuvas de sexta-feira (15) a domingo chegou a 196 milímetros, 60% da média prevista para o mês de fevereiro. O grande volume causou alagamentos em toda a cidade, com 1,2 mil residências e cerca de 5,5 mil pessoas afetadas.

Como a previsão para a semana é de chuvas irregulares, com pancadas típicas da estação, a Defesa Civil mantém o monitoramento das áreas afetadas e daquelas com risco de deslizamentos. Entre os atingidos, 600 pessoas ficaram desalojadas e 150 desabrigadas. Até o final da manhã desta segunda-feira (18), 50 pessoas ainda estavam desalojadas e 150 desabrigadas. Os desabrigados estão no Ginásio Municipal José Richa e recebem auxílio da Defesa Civil Municipal, Defesa Civil Regional e do Corpo de Bombeiros.

ATUAÇÃO – No fim de semana, as equipes da Defesa Civil estadual e do Corpo de Bombeiros atuaram na retirada das pessoas das áreas de alagamento, auxiliando no direcionamento de quem precisou deixar suas casas. As equipes de resgate do Corpo de Bombeiros retiraram 130 pessoas que haviam ficado ilhadas.

O Provopar Estadual também está recebendo doações e já enviou duas vans com mantimentos e alimentos para o município.

ALERTAS – A população do Litoral foi informada sobre as chuvas fortes através de alertas por SMS desde o final da tarde de sexta-feira. Na madrugada e na manhã de domingo, diversos avisos foram enviados aos moradores da região informando sobre as condições meteorológicas que se aproximavam.

A Defesa Civil Municipal também foi informada desde a manhã de sexta-feira sobre condições climáticas adversas que poderiam afetar o município e causar estragos, de maneira a se preparar para um eventual desastre.

ESTRUTURA – O Centro de Monitoramento de Riscos e Desastres (Cegerd) é responsável por monitorar os desastres ocorridos no Paraná, além de acompanhar a evolução das condições meteorológicas no Estado. O Cegerd possui estrutura 24 horas que acompanha e recebe os alertas meteorológicos, além de assessorar ds municípios sobre as medidas a serem tomadas em caso de desastres.

COMO RECEBER – Os alertas podem ser recebidos por SMS ou pelo aplicativo Bombeiros Paraná, que também replica os alertas enviados pela Defesa Civil. Para se cadastrar por SMS basta enviar um SMS com o CEP para o número 40199. A pessoa receberá uma mensagem de confirmação e estará apta a receber os alertas diretamente no celular.

Para receber pelo aplicativo, basta fazer o download do App e instalá-lo no celular. Os alertas recebidos para a área serão mostrados já ao abrir o aplicativo.

PREVISÃO DO TEMPO – Segundo o Simepar, as condições meteorológicas de chuva continuam nos próximos dias, mas com menor intensidade. Nesta segunda-feira (18), deve chover no período da tarde. Apesar da diminuição na quantidade de chuva, as pessoas ainda devem permanecer alertas, especialmente nas áreas propícias a deslizamentos.