Postado 31/01/2017 por André Reu em Destaque
 
 

Chuva alaga cidades do Litoral e Defesa Civil emite alerta para cabeça-d’água



A Defesa Civil do Paraná registrou alagamentos no Litoral do estado em função das fortes chuvas que atingem a região na tarde desta terça-feira (31). O alerta foi retransmitido pelo Serviço de Meteorologia do Paraná (Simepar). Ainda não há registros de desalojados ou desabrigados, mas há um alerta de risco para o fenômeno cabeça d’água – que ocorre quando a correnteza do rio aumenta de forma repentina.

Segundo a Defesa Civil, há registros de alagamentos em Morretes, Antonina, Pontal do Paraná e Paranaguá.

O capitão Romero Nunes da Silva Filho chama a atenção para o risco de afogamentos para quem estiver na rua ou até mesmo dentro do carro. “Se a água começar a subir, recomendamos que a pessoa estacione e saia do carro”, afirmou.

De acordo com o Simepar, o posto pluviométrico de Praia do Leste, em Pontal do Paraná, registrou 109,6 milímetros de chuva entre 8h45 e 13h15. As chuvas também são fortes em Guaraqueçaba e Pontal do Sul, alertou o instituto de meteorologia.

Cabeça d’água

As fortes chuvas concentradas em um curto intervalo de tempo, segundo o capitão Romero, favorecem a formação do fenômeno conhecido por “cabeça d’água”.

De acordo com oficial da Defesa Civil do Paraná, as pessoas devem evitar se banhar nos rios da região quando há condições meteorológicas como as desta terça-feira. “Se, por exemplo, estiver chovendo em Quatro Barras e a pessoa estiver em um rio de Morretes ela não perceberá o risco enquanto estiver se banhando. Mas ele existe”, advertiu.

Uma dica, segundo Romero, é observar se a cor da água ficará mais escura e se também há objetos como galhos e troncos correndo pelo rio. “Isso é um indicativo de que o fenômeno pode estar se formando”, afirmou



Comente

comentários