0
Postado 14/02/2012 por Andre Reu em Cultura
 
 

Carnaval 2012 em Antonina – Confira a programação

antonina-carnaval-de-rua2012
antonina-carnaval-de-rua2012



O carnaval de Antonina é conhecido como o “Carnaval do Paraná” por ser o mais autêntico, mais tradicional e animado de todos, com bailes públicos, concursos de fantasias, desfiles de escolas de samba e blocos carnavalescos.

O carnaval paranaense tem sua maior animação e expressão em Antonina, que apesar de ser uma pequena e pacata cidade do litoral cercada de um lado por uma belíssima baía e pelo outro pelas montanhas em torno do Pico Paraná, o mais alto do Sul do país, é contagiada pela alegria do samba e atrai milhares de pessoas. O carnaval de Antonina é hoje conhecido no Brasil inteiro e em alguns países vizinhos como um dos carnavais mais autêntico mais tradicional e animado de todos, com bailes públicos, concursos de fantasias, desfiles de escolas de samba e blocos carnavalescos. No Paraná, Santa Catarina e parte de São Paulo, quem gosta de um carnaval alegre, com total segurança e liberdade para descontração, vem para Antonina, que chega a atrair um público entre 35 a 40 mil foliões por dia.

FESTA NA RUA - Um mês antes do carnaval a folia já começa: as escolas de samba e os blocos carnavalescos octogenários ensaiam suas baterias nas ruas do centro da cidade e todo mundo sai pra apreciar a batucada. A cidade se enche de alegria e ferve mais ainda no calor das tardes de verão e nas noites quentes. Ninguém fica indiferente à festa, pois se pode afirmar que Antonina já nasceu carnavalesca.
Este ano o carnaval de Antonina promete ser ainda mais alegre e descontraído. A Secretaria de Cultura e Turismo está preparando um carnaval para que toda a família possa se divertir com tranqüilidade e segurança. Será ampliado o efetivo policial e o serviço de atendimento à saúde para que não haja acidentes. Além disso, haverá mais 30 homens da segurança privada para observar e conter os ânimos mais exaltados que não condizerem com a alegria da festa.
Seis escolas passarão pela “Avenida do Samba” com seus criativos sambas enredos, carros alegóricos e as tradicionais alas: Escola de Samba do Batel, Batuqueiros do Samba, Leões de Ouro, Capela, Brinca pra não chorá e Portinho. No sábado, como uma prévia da beleza e da alegria do carnaval antoninense, desfilam pela avenida os tradicionais blocos, alguns dos quais com mais de 80 anos de história.

TERREIRÃO DO SAMBA - Este ano, como acontece desde 2009, o carnaval se estende para a Ponta da Pita e para o Mercado Municipal onde haverá o “Terreirão do Samba”, aberto a quem quiser participar tocando qualquer modalidade musical, desde o samba, o choro, o pagode e até o sertanejo, bastando, para isso, se inscrever no local.

TRADIÇÃO – O carnaval de rua de Antonina é uma das mais tradicionais festas momescas do Brasil. Do final do século 19 até a segunda década do século 20 o carnaval da cidade caracterizou-se pelas “brincadeiras de rua”. As pessoas pintavam-se e vestiam-se de cores alegres e saiam às ruas jogando água perfumada uns nos outros. Banhos com baldes de água do mar, tiradas das canoas previamente inundadas, era uma brincadeira indispensável. Costumava-se reservar cachos de bananas que eram saboreadas com o “barreado”, prato típico do litoral, uma vez que seu preparo permitiam às mulheres acompanharem seus parceiros nas festas do “entrudo”, nos desfiles do “corso” e nas brincadeiras carnavalescas.
As brincadeiras com água foram substituídas por confetes e serpentinas no início do século 20, permanecendo as pinturas, mas os trajes foram cada vez mais se colorindo, surgindo às camisas listradas e os chitões. Foi a partir daí que começaram os bailes nas sociedades como o Clube Antoninense, Não Tem Tempo, Brinca Quem Pode, Matarazzo, Primavera, Operários, que deram origem aos cordões carnavalescos compostos por pessoas com as mesmas fantasias que tocavam instrumentos como o violão, o cavaquinho, o reco-reco e o pandeiro, animando os blocos dos Malandros, Brinca pra não chorar, Marinheiros da Água Doce, Chapéu de Palha, Marinheiros do Amor e muitos outros. O corso antoninense era feito com carroças que percorram várias ruas da cidade e que tinha como ponto alto a Rua XV, toda enfeitada com serpentina e bandeirinhas.

BLOCOS HISTÓRICOS – Em 1920 Bedenaque Luiz Pedro tirou o primeiro Bloco do Boi que se chamava Boi Barroso. Em 1922 o bloco mudou para o nome que tem até hoje e que é um dos destaques da brincadeira carnavalesca no sábado e na terça-feira: Boi do Norte.
O Bloco Apinagés começou em 1923, fundado pelo marinheiro Benedito Jesus Pereira, o Pará, inicialmente, com o nome de Guaraci. Passou por várias dificuldades, mas também por grandes momentos que ficaram registrados nos anais da imprensa. Em 1962 apresentou-se na TV Paraná canal 6, TV Paranaense Canal 12 e no Teatro Guaira. Mas no dia 16 de novembro de 1975 uma grande agitação na rua Francisco Machado chama a atenção da população antoninense. É que ali, no número 44 da rua, onde residia o cacique o bloco, estava nada mais nada menos que a Rede Globo de Televisão, que foi gravar os Apinagés para o programa Fantástico.

Programação

 

Dia 17 de fevereiro (sexta-feira)

20h: Abertura oficial do CARNAVAL 2012.
Coroação do Rei e Rainha do Carnaval, com entrega da chave da cidade pelo Prefeito Municipal
21h: Apresentação dos Sambas Enredos dos Blocos Folclóricos e Escolas de Samba
23h: Baile Público (Palco e Banda)

Dia 18 de fevereiro (sábado)

20h: Desfile dos Blocos Folclóricos
23h: Baile Público (Palco e Banda)

Dia 19 de fevereiro (domingo)

20h: Desfile das Escolas de Samba e baile público

Dia 20 de fevereiro (segunda-feira)

20h: Concurso das Escandalosas e Desfile de Blocos de Sujos
23h: Baile Público (Palco e Banda)

Dia 21 de fevereiro (terça-feira)

19h: Desfile de Fantasias Carnavalescas (palco pricipal)
23h: Baile Público (Palco e Banda)

ENTRE OS DIAS 18 e 21 de fevereiro:

Terreirão do Samba no Mercado Municipal, com funcionamento das 10h às 19 horas e com Baile infantil todos os dias das 14h às 17h.

Animação na Prainha e Ponta da Pita com som mecânico todos os dias das 14h às 19h.



André Reu

 
Meu escritório é na praia. Um dia.