Postado 29/04/2015 por André Reu em Noticias
 
 

Campanha “Pontal muito mais legal” quer discutir impacto do porto

Campanha “Pontal muito mais legal” quer discutir impacto do porto
Campanha “Pontal muito mais legal” quer discutir impacto do porto

Ambientalistas lançam no dia 7 de maio, em Pontal do Paraná, uma campanha para debater as consequências da construção de um porto no município.

“Pontal muito mais legal” será lançada em um evento no Iate Clube de Pontal, às 15h30. A campanha está sendo promovida pelo Observatório de Conservação Costeira do Paraná (OC2) e já reúne organizações ambientalistas como SPVS, Mater Natura e Associação Mar Brasil. Segundo os organizadores, tem a participação do Ministério Público Estadual.

No site do OC2, eles destacam que o porto provocará mudanças na economia, no comércio, na sociedade e na vida das pessoas. “O que precisamos saber é o quanto essas mudanças são boas e o quanto elas são ruins para quem vive e frequenta Pontal”, explica o texto de lançamento da campanha.

Juliano Dobis, diretor-executivo da MarBrasil acrescenta que a campanha visa contribuir com o desenvolvimento, mas “respeitando as comunidades tradicionais, moradores locais e a natureza, com geração de emprego e renda e investimento em turismo”. Segundo ele, “porto não é a melhor alternativa para o desenvolvimento do litoral”.
CPI da Ocupação Fundiária

O projeto Porto Pontal, do empresário João Carlos Ribeiro, também está sendo alvo de uma investigação da Assembleia Legislativa. Os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Ocupação Fundiária de Pontal do Paraná entregaram no dia 15, um pedido de informações ao prefeito de Pontal do Paraná, Edgar Rossi.

Os deputados investigam denúncia do Sindicato dos Estivadores de Paranaguá e Pontal do Paraná (Sindestiva) relatando uma série de supostas ilegalidades em áreas cuja titularidade de origem é do Estado do Paraná. Segundo o sindicato, a área em questão abrange o local onde se pretende construir o porto.

Para saber mais: http://www.observatoriocosteiro.org/campanha-pontal/



Comente

comentários