fbpx

As altas temperaturas voltaram a bater recorde no Litoral do Paraná nesta terça-feira (18). Em Antonina, por exemplo, que vem sofrendo há dias com intensos períodos de sol, a sensação térmica chegou aos 78,2°C.

De acordo com o Instituto Meteorológico Simepar, a temperatura oficial na cidade chegou aos 44,3°. “Em Antonina, há uma relação entre as altas temperaturas e a umidade do mar, o que ocasiona essa sensação diferente. É uma questão geográfica e também tem relação com a localização da estação meteorológica, que está muito próxima da Serra do Mar”, explicou o meteorologista Tarcízio Valentin da Costa.

Segundo registros, a cidade litorânea tem tido dias sucessivos de intenso calor. No sábado, a sensação térmica já havia chegado aos 65,5°C.

Afinal, o que é sensação térmica?

Com o forte calor, o termo sensação térmica se tornou recorrente em matérias jornalísticas, mas afinal, o que é sensação térmica?

De acordo com as definições mais adotadas, a sensação térmica é um efeito combinado entre a temperatura do ar marcada pelos termômetros, a velocidade do vento e a umidade ambiente, o que pode fazer com que a gente sinta calor ou frio de uma forma diferente da registrada nos termômetros.

Valentin da Costa lembrou que as altas sensações térmicas são comuns no Norte do Brasil. “No Pará, que é bastante quente e unido, uma sensação térmica como essa é comum”, disse.

Sem dia para ir embora

Com as temperaturas nas alturas, muitos paranaenses tem se perguntado quando o calor vai dar uma trégua, mas a resposta não é nada animadora. Segundo o Simepar, a previsão é de muito calor para os próximos dias, em todo o Paraná.

Um alento, porém, pode acontecer no fim de semana, com a aproximação de uma frente fria. Segundo o Simepar, as temperaturas podem cair um pouco se compararmos com os últimos dias, mas deve seguir quente.