A Prefeitura de Matinhos, no litoral do Paraná, anunciou nesta quarta-feira (24) a tomada de medidas mais severas de prevenção a covid-19. Irá vigorar uma espécie de lockdown nos próximos 14 dias, com a entrada de visitantes restrita na cidade, proibição de circulação de pessoas na praia e no calçadão, além de funcionamento do comércio limitado. 

“Nós vamos limitar o comércio, somente o essencial, posto de gasolina, mercado, farmácia, mas também totalmente limitado.[…] As pessoas vão ficar em casa. Não vamos permitir que as pessoas entrem em Matinhos, não vamos permitir que as pessoas andem na praia, andem no calçadão, nada. Sair de casa somente se for realmente necessário. E, com certeza, serão barradas, paradas na rua para saber onde essas pessoas estão indo”, disse o prefeito Zé da Ecler.  

O prefeito ainda ressaltou que a fiscalização será dura, com uma força tarefa entre as polícias Civil, Militar, a Guarda Municipal, Vigilância Sanitária, entre outros. “Todos nas ruas, a Guarda Municipal não vai ter mais folga nesses 14 dias. Todos os guardas municipais que estão na ativa vão todos para a rua com poder de polícia para prender”, completou. 

“Nós vamos fazer barreira para evitar que as pessoas entrem em Matinhos, quem quiser sair que saia, mas para entrar vai ter que ter uma desculpa bem convincente. […] Não é época de passeio, não é época de brincadeira, não é época de vir na praia”, declarou ainda Ecler. 

“As pessoas estão morrendo nas macas, não tem mais o que fazer. […] Estamos num desespero muito grande, então, precisamos tomar uma atitude drástica. Precisamos que as pessoas não saiam de casa nesses 14 dias”, finalizou o prefeito.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.