fbpx

Após a confirmação do primeiro caso de coronavírus no litoral paranaense, o prefeito do município de Paranaguá, Marcelo Roque, assinou um decreto que impõe toque de recolher na cidade das 2oh às 6h da manhã. A medida tem como objetivo inibir a transmissão comunitária do vírus na cidade.

O primeiro infectado pelo vírus no litoral é morador de Matinhos, tem 31 anos e está internado no Hospital Regional do Litoral, já que é o único hospital da região que atende casos que demandam cuidados especializados. 

O toque de recolher entra em vigor a partir desta terça-feira (31). O sargento João Carlos, secretário de segurança de Paranaguá, afirma que aqueles que desrespeitarem a medida serão levados para a delegacia de polícia do município e “responderão por infringir determinação do poder público, destinada a impedir a propagação de doenças contagiosas e por desobediência”.

O secretário ainda comentou que o descumprimento do decreto pode acarretar uma multa de aproximadamente 900 reais. “Não queremos chegar a esse ponto, mas a medida se faz necessária. Então pedimos à população que se engajem junto com a gente para proteger a população da região”, ressaltou.

Algumas pessoas estão aptas a transitarem pelas ruas, tais como: agentes  de segurança e saúde, assistentes sociais, trabalhadores do Porto e funcionários de empresas privadas que trabalham no período noturno. 

Contudo, é necessário que “ao serem abordados pela Polícia Militar ou Civil, estas pessoas comprovem sua atividade através de crachás ou outros comprovantes. As empresas que não fornecem qualquer tipo de identificação precisa providenciar para que o funcionário tenha em mãos esse documento”, afirmou o secretário de segurança.

O prefeito do município afirma que as medidas tomadas têm feito diferença para conter a transmissão do vírus na região: “Tenho certeza que a curva de transmissão tem se ‘achatado’ e vai minimizar o pico da doença”, revelou. 

Ele ainda destaca que a higienização na cidade tem sido pensada rigorosamente. “Contratamos um caminhão de hidrojato para despejar um produto especial nas ruas e já estamos trabalhando”, disse Roque.

Anúncios