fbpx

O nome dele é Alok e um ou dois anos atrás certamente pouca gente o conhecia, mas agora se tornou um dos nomes mais comuns no país. O mais interessante é saber que o DJ, que é o maior do Brasil, conquistou não só o público por aqui, mas está entre os mais tocados no mundo todo. Aos poucos, o jovem rapaz de Goiás conquistou seu espaço e hoje é visto como referência no que faz. Talvez por isso que Alok foi o escolhido para dar o pontapé inicial nos shows do Café Curaçao, em Guaratuba, litoral do Paraná, neste ano.

Tribuna do Paraná desceu a Serra do Mar para acompanhar a abertura dos shows por lá e o DJ, que foi a sensação do Villa Mix Curitiba 2018, durante a conversa com a reportagem, se mostrou muito feliz com tudo que tem acontecido em sua vida. Alok até mantem a energia e o jeito de rapaz que é, mas que sabe da dimensão de seu nome. Como ele mesmo já disse à reportagem, sua missão vai muito além de só fazer música. “Você tem que passar uma mensagem realmente verdadeira às pessoas”.

Na semana passada, bem no dia em que Alok se apresentou em Guaratuba, ele lançou um remix da música Epitáfio, da banda de rock nacional Titãs. A música surgiu por um pedido de Luciano Huck, durante um quadro do Caldeirão do Huck, para ajudar a história de Luccas Soares, que transformou sua casa em Campinas, em São Paulo, numa verdadeira sala de aula para ensinar outros jovens a viver da música e mantem a ONG Anelo.

Foto: Lucas Sarzi

À reportagem, o DJ comentou que o remix da música do Titãs era um objetivo antigo. “Depois que eu tive o acidente de avião, essa música fez muito sentido para mim. Veio muito a tona essa mensagem de realmente viver o agora e não esperar para amanhã, dar valor às coisas que realmente interessam”.

O DJ contou que já tinha entrado em contato com Sérgio Britto, um dos vocalistas do Titãs, e já havia sinalização positiva para esse remix. “Falei que queria muito fazer a releitura dessa música, que eu tenho ouvido todos os dias, tem representado muito o que eu tenho vivido no momento. Ele super topou, mas acabou não rolando por agenda. Depois surgiu o Luciano Huck e as coisas sincronizaram, deu certo”.

Alok, que tem vivido seu melhor momento, com muitos shows praticamente todos os finais de semana e até mesmo fora do país, disse ter se apegado muito a mensagem da música e não restou dúvidas de que estaria fazendo o certo. “A versão original foi a que eu mais ouvi nesse ano e poder fazer a minha releitura foi o maior privilégio, ainda mais no sentido que teve”, completou o DJ, se referindo a destinação dos direitos autorais da nova versão de Epitáfio, que foi deixada à ONG. Alok ainda ofereceu também a mesma destinação de sua nova música, Pray, também à instituição.

Parceria com Anitta

Engatilhada há pelo menos um ano, a música que Alok fez com Anitta está prestes a sair. “Tínhamos dito outro mês, mas eu errei. Vai ser em maio, quase aí”, brincou o DJ, que carrega consigo um número de quase 8 milhões de ouvintes mensais, dos quais mais de 280 mil são de Curitiba.

Além de confirmar o mês de lançamento, ainda que sem poder falar muitos detalhes, Alok deixou outra confirmação: Anitta não estará sozinha nessa nova música. “Vem com mais duas colaborações internacionais, na mesma música”, comentou ele, já explicando não poder falar quem são essas pessoas. “São nomes internacionais muito fortes, mas não posso falar, porque se eu adiantar alguma coisa ela [Anitta] me mata”.

Com o pé em 2019, Alok, que planeja outros projetos internacionais nesse ano que se inicia, aproveitou para deixar aos fãs e também ao público em geral sua mensagem. “Feliz ano novo. Que a gente possa começar 2019 com muita tolerância, muita compreensão. E que a gente possa ver o mundo do próximo, porque o mundo onde todos são vistos a paz é possível”.

Só showzão

Com a casa praticamente lotada, Alok tocou seus maiores sucessos durante a passagem por Guaratuba. Quase 5 mil pessoas aproveitaram a estreia do Cafe Curaçao, numa noite cheia de hits como Hear Me NowOceanBig Jet PlaneFuego e até mesmo Favela, uma das músicas mais novas do goiano. Alok também tocou alguns remixes de músicas conhecidas Brasil afora como Pelados em Santos (Mamonas Assassinas), Pais e Filhos (Legião Urbana) e também a nova, Epitáfio.

 

Com toda a estrutura que sempre leva na estrada, o rapaz que vem de uma família de DJs mostra que, cada vez mais, tem ficado mais experiente em agradar o público. Além de Alok, que abriu a temporada de shows do Café Curaçao, feitos pela Prime, empresa curitibana de produções de shows, também se apresentou, neste sábado (29), o cantor Gusttavo Lima. Neste domingo (30) quem sobe ao palco do maior espaço de shows de Guaratuba é a dupla Zé Neto & Cristiano.

Já na quarta-feira (2), a cantora Marília Mendonça desce a Serra do Mar para também marcar presença. Na sexta-feira (4), o sertanejo continua bombando por lá, com a dupla Henrique & Juliano. O próximo sábado (5) promete fazer as areias da praia de Guaratuba tremerem com a vinda dela: Anitta. A venda de ingressos para todos os shows do litoral é feita pelo Disk-Ingressos.